Ele chegou.

Uma vez eu li que é muito mais difícil explicar o óbvio, porque o óbvio não requer justificativas. Por isso é tão difícil falar sobre ele. Por isso é tão difícil encontrar as palavras certas nesse momento. Principalmente porque, desde que ele chegou, tudo parece tão completamente certo por aqui. Eu sei que cada vez que a gente se apaixona, a gente diz “dessa vez é diferente”. E de fato é, sempre, inegavelmente diferente. É outra pessoa, outra fase da sua vida, outros amigos em comum. Mas dessa vez não é “d” de diferente, é “d” de determinante. Acabou a busca. Eu sei. Ele sabe. Talvez porque, dessa vez, nós não nos apaixonamos, simplesmente.. Nós nos encontramos. Era isso. Era pra isso que nós estávamos sendo preparados a vida inteira, era por isso que procurávamos desde sempre. Tudo faz sentido, cada passo que dei em minha vida é tão claro, tão evidente que foi pra estar ali, na frente daquele homem, e encontrá-lo na hora certa. Ele consegue reunir todas as qualidades que sempre admirei, com outras que eu mal podia acreditar que existissem e mais outras que eu já tinha desacreditado. E o melhor, ele tem defeitos. É bom reconhecer cada um desses defeitos e ver que eles se confundem com qualidades, pois ele é o homem que eu idealizei. Ele tem absolutamente todas as características que sonhei, quase numa utopia infantil, no meu príncipe encantado. Ele existe. Existe, me encontrou e me fez me encontrar também. Ele me cerca de carinho como nunca, ninguém, foi capaz de fazer. Me dá segurança como nenhum outro soube dar. Me acolhe em seus braços, me beija e me faz ser o que nasci pra ser: sua. Ele me olha com firmeza, calma, determinação e doçura. Tudo ao mesmo tempo. Me faz acreditar mais em mim. Com ele, desde o primeiro dia, não fiquei ansiosa, não me preocupei com o que seria depois. Simplesmente porque, pela primeira vez na minha vida, não havia dúvida sobre o depois. E depois do depois, e todos os depois que se seguiram. Ele me entende e me ajuda a entendê-lo, embora isso seja tão fácil pra gente, que nem sei se deveria ter escrito. Difícil explicar, sabe: é óbvio. Ele é tão absolutamente igual a mim em tantas coisas, que nos misturamos e já não sei onde eu termino e onde ele começa. É minha metade idêntica e ao mesmo tempo meu encaixe ideal. Eu, que nunca acreditei em alma gêmea, descobri que a minha – pelo menos – existe. Meu HOMEM. Assim, todinho maiúsculo. Maiúsculo porque é lindo, é gostoso, é inteligente, divertido, espirituoso, determinado, íntegro, amigo, carinhoso, compreensivo, companheiro. HOMEM. Com atitude de um homem, comportamento de um homem. Relacionamento de um homem. Digo isso porque, bem, namorei alguns garotos. Lidei com todos os problemas que a imaturidade mental e, mais que isso: a infantilidade emocional, a síndrome de peter pan e o complexo de édipo podem causar pra um relacionamento. E esse HOMEM, todinho maiúsculo, é meu. O meu homem me encontrou. É verdade que eu gostei de alguns garotos. Mas esse homem, o meu homem, me fez gostar mais de mim. Ele me equilibra e me completa. Sou feliz a cada segundo por saber que ele é meu homem. Feliz por saber que eu sou a mulher dele. Não importa a estação do ano, os signos, a lua, a cotação do dólar, a política, o cosmos. Nós dois somos um. É óbvio. Ele me faz feliz sem precisar fazer nada e, mesmo assim, faz. Me escreve uma poesia no meio da tarde, me manda uma DM só pra dizer que me ama, me liga pra dizer que tá com saudade ou pra perguntar se tomei meu remédio e se meu joelho melhorou. Ele me ajuda a resolver o problema do show, a decidir o almoço, traz chocolate da padaria e penteia meu cabelo. Uma vez ouvi que sou muito exigente. Desculpa, eu tinha que ser. O homem perfeito estava pra chegar. E ele chegou.

bjo, pessoas!

Anúncios

6 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Tati
    out 09, 2011 @ 06:44:46

    Fihh.. Se jogaaa e se dedica a escrever. Teus textos são d uma realidade poética digna d escritores conceituados. São poucos os autores q tenho tanto prazer ao ler textos.
    Vc usa palavras e/ou se expressa d uma forma q a única coisa q me vm é: “Puxa vida! Como eu gostaria d ter pensado em algo assim..”
    Além d uma excelente comediante, vc tm o dom da palavra e d se fazer entender.
    Te admiro cada vez mais =)

    Responder

  2. Ebrael Shaddai
    out 09, 2011 @ 14:54:58

    A pessoa perfeita chegou no ciclo perfeito! Você será ainda mais exigente com ele, pois a manifestação exterior de nossa qualidades é uma necessidade, enquanto que nossos Sol interior, sempre brilha, eternamente, até que não haja planetas ao redor…

    Abço!

    Responder

  3. anaflavia
    out 09, 2011 @ 15:59:00

    as vezes eu sinto que sou um pouco sua irma. as vezes tenho certeza. dai’ brota uma felicidade por vc que transborda. todas as alegrias sempre pra vcs, docura de MULHER.

    Responder

  4. Karina
    out 10, 2011 @ 12:47:34

    Tanta inspiração só podia ser AMOR.
    Toda mulher merece um príncipe… vc achou o seu, parabéns!!
    Felicidades!!

    Responder

  5. Gabi lima
    out 10, 2011 @ 16:17:59

    Uauu!! Vou continuar sendo exigente, então!
    Quase chorei lendo! Às vezes não sei se acredito que o meu HOMEM vai chegar, vai aparecer, vai me encontrar. Sempre acreditei tanto, mas devido aos garotos do caminho estou perdendo as esperanças!
    Muito lindo esse “óbvio”!!! Muito… até dei uma animada!
    Obrigada!
    Que esse amor continua sempre assim!!!

    Responder

  6. Carla
    out 03, 2012 @ 03:10:20

    Tem como não te amar? Lindo texto Cris!!!! Ser óbvio é ter pessoas como vc sempre por perto! Bjs de sua eterna fã!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: