diametralmente feliz.

Até o mais sábio dos homens se engana em algum momento da vida. Pode ser algo sério como escolher o fio certo pra desarmar a bomba, ou algo bobo como escolher a cor da gravata; mas todo mundo está sujeito a se confundir, a pensar errado, a se equivocar. Algumas pessoas são mais intolerantes com erros, outras mais complacentes; umas tem mais facilidade de condenar o erro dos outros, outras são mais exigentes consigo mesmas. Não importa. Dizem por aí que todo mundo merece uma segunda chance. Nem que seja pra poder mostrar pra quem te achou metido, que vc só é tímido. A questão é que todo mundo tem direito de crescer dizendo que quer ser médico, e resolver fazer engenharia mecatrônica. Direito de começar a gostar de beterraba, ou deixar de gostar de um estilo musical que gostava antes. Todo mundo tem o direito de se desinteressar pelo que antes chamava atenção, e abrir os olhos pra grandiosidade de algo que antes passava despercebido. Direito de descobrir uma nova possibilidade, ainda mais encantadora. Entender que é preciso se deixar surpreender com o inesperado. Aceitar que o acaso, o destino, o cosmo (ou seja lá o que for..) te faça viver de surpresa um momento de felicidade branda e inesquecível. Afinal, erro tb gera aprendizado. Já aprendi, por exemplo, que uma coisa não precisa deixar de ser boa pra outra ser tb; mas que cada coisa boa, é boa do seu jeito: algumas coisas são boas de serem vistas, como uma obra de arte, outras coisas são boas de serem ouvidas como uma melodia, e algumas coisas são tão boas que aquecem o coração mais do que um cobertor de pele de urso! Aprendi que realmente é preciso ter cuidado com o que a gente pede, pq pode se realizar (e pode ser melhor do que a gente imaginava). E, por fim, aprendi que até uma 2a.feira rabugenta tem o direito de nascer feliz e, de repente, se transformar em uma das melhores madrugadas que já se teve notícias.

bjo, pessoas!

Anúncios

9 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Luís França
    jun 01, 2011 @ 04:42:53

    Flor, ler seus fragmentos faz-me bem. 😉

    Resposta

  2. Renan Frayha
    jun 01, 2011 @ 06:30:00

    Perfeito! Concordo com o Luís, seus fragmentos me fazem um bem danado! Parece até que foi pra mim ;x teamo ❤

    Resposta

  3. Lu Gnone
    jun 01, 2011 @ 14:35:42

    Que lindo, Criss! Adorei…agora olha aqui: por 1 segundo achei que a madrugada citada fosse a que eu e a Flá participamos, e aí me lembrei da anterior e fiquei quietinha no meu canto!
    Ahahahahhahahhahahahhahaha
    Adoramos tudo, Criss! E damos graças que você (estranhamente) gosta tanto de Brasília, assim, volta LOGO!
    O texto está lindo, parabéns! ;*

    Resposta

  4. Karina
    jun 01, 2011 @ 15:15:32

    vc escreve muitooo bem… AMEI!

    Resposta

  5. Naomeinterrompe!
    jun 01, 2011 @ 17:05:20

    Muito legal, Cris! Não conhecia seu blog, mas será, com certeza, um dos meus favoritos a partir de agora!
    Este texto tem tudo a ver com o que estou passando no momento e parece até que eu escrevi…!!
    Continue nos dando o ar da graça por aqui, twitter e onde mais quiser estar – e escrever.

    Resposta

  6. Alessandra jordão
    jun 01, 2011 @ 17:25:47

    Olá querida Criss que lindo texto além de ser uma excelente comediante escreve lindamente,obrigada por nos presentear com esse texto.
    Te adoro e admiro demais.BJS.

    Resposta

  7. Bruna MCruz
    jun 02, 2011 @ 16:52:47

    Lindoo .. Ameiii

    Parabéns Criss

    Minha menssagem do dia Pela Cris Paiva =D (melhor q as da Ana Maria Braga) rs

    Amo amo

    Beijos

    Resposta

  8. Carol Montojos
    jun 20, 2011 @ 09:09:37

    Oi, Criss!
    Adoro ler seu blog porque você se mostra humana, coisa que a maioria das pessoas fica querendo esconder. Com seus altos e baixos, sua simplicidade elegante, vocé se mostra e me faz te admirar… e me identificar com muitos textos aqui escritos.

    Bjinhuss :**

    Resposta

  9. fjuinior
    jul 15, 2011 @ 15:24:18

    Isso me lembrou uma canção do Raul Seixas: “direito de ser ateu/Ou de ter fé/Ter prato entupido de comida/Que você mais gosta/É ser carregado, ou carregar/Gente nas costas/Direito de ter riso e de prazer/E até direito de deixar/Jesus sofrer…”
    direito de errar é sempre bom! Direito de se arrepender, melhor ainda.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: