ter defeito é qualidade.

Desde que o mundo é mundo, coincidência estre qualidades nos faz encontrar amigos. Os defeitos em comum criam comparsas. Qualidades e defeitos, em grande maioria, comuns, trazem pessoas pra muito perto de nós, da nossa essência. Meus amigos mais próximos podem elencar minhas dezenas de defeitos graves. Posso também dizer o que não me agrada neles. Mas o que me agrada sempre se sobrepõe. Gosto de saber que algo me fere, mas que meu sentimento é maior que isto. Não é masoquismo, é amor. Amo meus amigos pelo que são e, no que são, estão também seus defeitos. Quando nos deparamos com o defeito que mais nos incomoda, e chegamos à conclusão que preferimos lidar com ele, a perder a convivência com aquela pessoa, isso só prova que esta pessoa é definitivamente especial. Infelizmente conheço pessoas que insistem em pintar uma máscara de perfeição que não existe. A beleza vai além daquela foto tirada no melhor ângulo; ser interessante vai além do texto de Fernando Pessoa que alguém colocou no perfil do facebook. A insegurança transforma essas pessoas em robôs, que se esforçam pra ser agradável com todo-mundo-o-tempo-todo e escondem quem são porque, caso mostrem ao mundo de que matéria são feitas, não sabem quantos olhos mudarão de direção. Vou confessar que, muitas vezes, com minha barriga fora de forma e meu nariz largo, olho e tenho inveja. Alguém aí vai me condenar? Duvido. Minha cota de rosto perfeito, roupas sensacionais e vida sem problemas, ficou na casa da Barbie que ganhei com cinco anos. Gente de verdade quebra a unha, engorda, emagrece, engorda de novo, derruba catchup na roupa, se atrasa e quer receber o troco de dois reais no táxi. A menos que more pro Projac. Conheço gente que vive a vida como se fosse personagem da novela das oito. Eu tenho tpm, tomo multa, falho com as pessoas que mais amo, saio com a porcaria do marcador de combustível na reserva e fico torcendo pra chegar no posto, como pizza com refrigerante light e tomo remédio sem receita médica. Mas tenho pessoas do meu lado e sei que aprendemos a nos respeitar, pelo carinho que temos um pelo outro. Você acredita que existe uma pessoa “perfeita”? Nem eu. Confia numa pessoa que vende uma imagem assim? Nem eu. Quando você conhece quem tá do teu lado e aceita lidar com as diferenças entre vocês, está pisando em terra firme. Essas pessoas perfeitas demais, pacíficas demais, provavelmente escondem um maremoto dentro de si, e eu não quero uma tsunami me pegando de surpresa. Eu gosto de gente de verdade! Gente que exista sem maquiagem e que saiba ser feliz além do álbum de fotos do facebook.

bjo, pessoas!

Anúncios

4 Comentários (+adicionar seu?)

  1. @luisfranca
    set 01, 2010 @ 10:15:37

    Oie, Criss!

    Eu gostaria de ter escrito isso.

    Entäo, faço das suas, minhas palavras!

    Bjo no coração!

    Luís França
    Fotógrafo

    Responder

  2. Natasha
    set 01, 2010 @ 14:11:58

    “Perfeição demais me agita os instintos/Quem se diz muito perfeito/Na certa encontrou um jeito insosso/Pra não ser de carne e osso” – Zélia Duncan e Moska =D
    tbm gosto de pessoas que saibam ser mais do q modelos nos álbuns

    Responder

  3. Marcela
    set 01, 2010 @ 15:05:21

    Adoro o seu o blog, sempre passo por aqui pra ver se tem coisas novas.
    Você escreve muito bem, e é incrível como dá pra se identificar no que escreve.
    Continue escrevendo sempre…
    Beijos

    Responder

  4. Carolina Montojos
    set 09, 2010 @ 14:00:17

    Olá, Cris!
    Ontem estava desanimada, com alguns problemas, com insônia e surgiu o chat. Entrei pra me distrair e, apesar da minha gafe (se é que posso chamar assim…), eu realmente me distraí e me diverti muito! Foi ótimo. Vim aqui saber um pouco mais de você e do seu trabalho e me deparei com esse texto MARAVILHOSO. Palavras simples que dizem muito! Esses dias estava eu falando a respeito disso com um amigo… gostar por gostar, apesar de, e não por causa de… não que não possamos contar as qualidades, mas há tantas diferenças entre os seres humanos, que cada dia parece mais exigente, mais intransigente, que começamos a pensar que gostamos das pessoas apesar das diferenças. E exatamente como você falou, mostrar o quão perfeito as pessoas são. Houve uma evolução na comunicação através da mídia eletrônica, mas houve um retocesso na humanidade. Agora o importante é mostrar o sorriso na foto, mostrar que tem muitos amigos, mesmo não conhecendo metade… e é muito FODA viver nessa realidade! E é muito difícil ter uma vida normal diante disso. Nas redes, fotos de book como se fosse verdade. Coloca uma foto normal e você fica sem graça… engorda um pouco e você passa de atraente para baranga…
    Nossa! Escrevi muuito para um comentário! Me empolguei! Mas é muito bom ver alguém conhecido escrever algo assim!
    Bjinhuusss =***

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: