tudo que não posso dizer.

Não posso dizer sobre o que vim escrever. Não posso contar pra vcs que hj passei por um lugar e ficou faltando alguma coisa. Não posso dizer onde foi. Nem que coisa é. Não posso explicar que nos rápidos minutos em que estive ali, fiquei lembrando os pcos minutos que tinha passado ali dias atrás. Não posso falar o qto senti falta daqueles minutos. Não posso dizer tb que essa coisa – a que faltou – não é bem uma coisa. E talvez eu nem possa contar o que é. Está claro que não posso dizer as coisas que quero dizer. Mas o que estou tentando explicar, é que sequer posso dizer que há coisas que quero dizer e não digo; pq isso seria admitir que quero dizer alguma coisa! Não posso explicar que às vezes, qdo estou distraída e não escuto o que falam, estou com o pensamento longe – ou, às vezes, não tão longe assim.. Não posso confessar tb que mtas outras vezes, qdo estou calada, ouvindo.. ouvindo.. tô pensando mtas coisas que não posso contar. E que, na verdade, eu nem poderia dizer que tenho tantas coisas pra dizer. Tenho que esperar que meus olhos mostrem tudo isso. E torcer pra que (no meio de toda a loucura de conversas atravessadas, malucas, sérias ou divertidas sobre tudo ou sobre nada..) eles consigam falar mais do que eu. E só.

 

talvez esse tenha sido meu menor texto até hj.. mas é melhor que seja assim; um texto simples, discreto e cheio de verdade. como tudo que não posso dizer.

=)

bjo, pessoas!

Anúncios

4 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Fernando Lago
    abr 06, 2010 @ 02:27:47

    Ai ai, Criss… Não sei nem o que dizer sobre esse dito não dito. O jeito é só ficar calado, observando, matutando, como às vezes deixo alguns com as minhas também ‘não-dições’. Falar sem falar é pior que não falar, diriam os curiosos amalucados… sei não. Enxergo certa razão nesta loucura de falar não-falando – ou não falar falando. E tenho essa mania também às vezes. Mania que irrita os que me conhecem e deslumbra o que nao me conhecem…

    Responder

  2. Bombs
    abr 06, 2010 @ 02:42:32

    mandei esse texto para minha amiga e ela disse “vc é tão eu.” disse que o texto não era meu, era seu, eu só me identifiquei e achei legal e imaginei que ela gostaria tbm, ao que ela respondeu “enfim, vc é tão eu!”. e eu digo aqui que vc é tão a gente. assustador. e mt legal. o mais interessante sobre o q não se pode falar é que a gente fala várias vezes… só que pouca gente aprendeu a ler do jeito certo.
    nunca tinha lido aqui. gostei! beijos e suco pra vc

    Responder

  3. Mari
    abr 06, 2010 @ 12:22:19

    huuuuuuuuuuuuuuuummmmmmm ADOREI!!!!!!!!! Pena que as vezes precisamos DESENHAR pra sermos entendidas!!! Um dia essas pessoas evoluem a ponto de entender nossos pensamentos!!!! ; )
    Não vou falar muito pra não correr o risco de falar besteira!!!
    Beeeeeeeeeeeeeeeijo menina! Acho que o caminho tá certo!
    Chega, né!? Até mais!

    Responder

  4. Fabio FD
    maio 27, 2010 @ 20:07:39

    Eu li o seu comentário e me veio a cabeça “Down under do Men at work”.
    Mas tem coisas que você não pode mesmo falar, vou te falar por que acho assim;
    Se você de repente jogar suas perolas aos porcos, terá jogado fará um tesouro à toa, e além de ter perdido um tesouro os porcos voltarão contra você.
    Os sentimentos podem ser a mais valiosa arma, eles nos salvam, ou nos fazem arriscar tudo. Um ingrato ao saber dos seus sentimentos poderá dizer; Isso não é nada.
    Mas claro que é! Quem é que conhece o coração de outra pessoa?

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: