meu poeta.

sempre gostei muito de ler. escrever então, é um vício até doentio! não se iludam com as poucas atualizações do blog.. meu negócio é papel e caneta, escrevo cartas longas.. os depoimentos que escrevo no orkut, todos, foram antes rascunhados no papel. na leitura, sou exigente.. não no sentido de avaliar talentos afinal, não sou crítica literária! é que na minha vida leiga, classifico tudo à minha volta em duas vertentes: “gosto” e “não gosto”. não gosto do Lulu Santos, mas tem música dele que eu gosto, então ouço. gosto do U2 mas tem música que não gosto, não ouço. pra ler tb sou assim.. qdo chega uma carta ou email da Celle, fico hipnotizada. na verdade eu já fico hipnotizada lendo torpedos do celular, twitter, rótulo do shampoo.  mas minha paixão maior sempre foi Clarice Lispector. Clarice é um tesouro da humanidade. aos ETs que chegassem ao nosso planeta, diríamos: inventamos a roda, descobrimos a luz elétrica e tivemos Clarice Lispector. de Clarice, me encanto até com recados que ela tenha deixado na porta da geladeira. ainda assim, me permito traí-la com Veríssimo, Rubem Alves, Fernando Pessoa, Pablo Neruda, Castro Alves.. ela não fica brava porque sabe que eu sempre volto correndo pros braços da sua literatura. pra alguém que gosta tanto de ler, hoje é um dia pra comemorar.. dia do poeta. e eu não deixaria de dedicar meu dia, meu carinho e este post, ao maior poeta, não da literatura mundial, portuguesa, brasileira, nada disso.. mas o maior poeta da minha vida: meu pai! que, entre suas obras, me dedicou este acróstico que compartilho agora com vcs: 

Como se fosse um sol naquele inverno

Rasgando espaço, aqui você chegou

Irradiando a luz do amor eterno

Sorriso, que meu pranto derramou

Todo o calor da vida com você nasceu

Incendiou dificuldade, queimou espinhos

Acrescentou beleza, expulsou maldade

Nos passos teus, que todos os caminhos

Estejam plenos de felicidade

Razão de uma alegria que explodiu

Encanto que meu mundo coloriu

Graça da vida, simples maravilha

Imagem do mais puro sentimento

Nos dias todos, meu melhor momento

A vida inteira, sempre minha filha.

este acróstico sempre me emociona. é como se cada vez que eu lesse estes versos, sentisse o calor da sua mão me cuidando na cama do hospital, quando aos cinco anos eu fiquei internada. cada vez que leio estas palavras agradeço à dádiva divina de ter vindo ao mundo por intermédio de pessoas tão maravilhosas que fazem, sempre, com que eu me sinta tão amada.

bjo, pessoas!

Anúncios

2 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Caronella
    out 20, 2009 @ 17:55:37

    Querida, que palavras. Uma apaixonada pelas letras, escritas e lidas.
    Parabéns pelo sucesso e por toda essa magia que você guarda por ai.
    É sempre um prazer conhecê-la mais e mais, e uma surpresa diária também.

    Beijos, queridíssima Criss!

    Responder

  2. Mendy
    out 25, 2009 @ 03:41:58

    Cris legal saber que você é uma apaixonada pela escrita. Também sou fã da Clarice.
    Te indico esse site http://www.tatibernardi.com.br acho que você vai gostar.
    Sou sua fã e não vejo a hora de ver seu show

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: